php shell hacklink php shell seobizde.com bsc sniper bot pancakeswap bot pancakeswap sniper bot pancakeswap trading bot dextools trending cmc trending bot bedavabahisci.net süperbahis betboo süper bahis betboo giriş auperbahis parisbahis su arıtma cihazı gerçek jigolo sitesi rulet siteleri betbooplus betboo plus anadolu casino giriş betbooplus betbooplus betboo plus güvenilir takipçi satın al instagram takipçi satın al penis büyütme 1 saatte para kazanma inat tv binance canlı destek penis kalınlaştırma penis estetiği Penis ameliyatı penis büyütme burun estetiği baffle tavan

Hyldon lança faixa composta com Mano Brown – Portal SUCESSO!

Destaque

Hyldon lança faixa composta com Mano Brown

hyldon e mano brown

Ícone dos anos 1970, e até hoje festejado não apenas pelo público mas também por artistas de gêneros e faixas etárias variadas, Hyldon é “filho” dos bailes black, que serviram como porta de entrada da soul music e do funk na cultura brasileira. De gerações diferentes, Hyldon e os rappers Dexter e Mano Brown tem suas memórias e suas vivências nessas festas que enchiam clubes e ginásios pelo Brasil.

Enquanto o autor/intérprete de hits como “Na Rua, Na Chuva, Na Fazenda” e “Velho Camarada” estava nos palcos, especialmente no Rio de Janeiro, Dexter e Mano Brown estavam no público, mas em São Paulo. E a partir dessas lembranças, nasceu a parceria entre os três, “Foi No Baile Black”, que Hyldon regravou e lançou nas plataformas digitais no último dia 19, véspera do Dia da Consciência Negra no Brasil. Os bailes black, além da música, serviram também para reafirmar a cultura e a autoestima negra do brasileiro.

“Fui a São Paulo a convite de Dexter, para participar de seu projeto ‘Como Vai Seu Mundo’”, explica Hyldon sobre os shows e palestras que o rapper realiza nos presídios brasileiros. “Na volta de um show desses, na casa da nossa produtora na época, nos encontramos com Mano Brown e ficamos horas falando sobre os bailes black”, continua o compositor. “Num momento, peguei um violão e comecei a fazer uma levada. Os dois tem um jeito de falar, voz grave e tal… Peguei esse jeito e fiz o refrão: ‘baile black/baile black’”, diz Hyldon.

Tempos depois, a música ganhou uma versão no álbum “Boogie Naipe” (2016), de Mano Brown, com uma pequena diferença no título: “Foi Num Baile Black”, tendo Hyldon como convidado. Os dois se encontraram em diversos palcos, incluindo o Rock in Rio de 2019, e agora Hyldon resolveu promover a faixa em versão solo. Além da nova versão da música, o fã pode ouvir também o podcast “Hyldon em Papo de Live”, no Spotify, com essa e outras histórias da carreira do genial, compositor que completou 70 anos em abril deste ano.

Assista abaixo Hyldon cantando “Foi Num Baile Black”: 

Topo