php shell hacklink php shell seobizde.com bsc sniper bot pancakeswap bot pancakeswap sniper bot pancakeswap trading bot dextools trending cmc trending bot bedavabahisci.net süperbahis betboo süper bahis betboo giriş auperbahis parisbahis su arıtma cihazı gerçek jigolo sitesi rulet siteleri betbooplus betboo plus anadolu casino giriş betbooplus betbooplus betboo plus güvenilir takipçi satın al instagram takipçi satın al penis büyütme 1 saatte para kazanma inat tv binance canlı destek penis kalınlaştırma penis estetiği Penis ameliyatı penis büyütme burun estetiği baffle tavan

Paula Fernandes fala do lançamento do DVD Amanhecer – Portal SUCESSO!

Entrevistas

Paula Fernandes fala do lançamento do DVD Amanhecer

paula fernandes 1

A Universal Music promete para setembro o lançamento do novo DVD de Paula Fernandes, Amanhecer. O registro, baseado no CD homônimo lançado em setembro do ano passado, foi feito em abril, durante dois shows realizados no Citibank Hall, em São Paulo. As gravações foram divididas em três partes, de modo a levar o telespectador a uma viagem que começa à noite, segue pela madrugada e vai até o amanhecer. A cenografia, com o uso de paines de LED, projetam imagens relacionadas aos três blocos do show. Na entrevista a seguir, Paula fala do lançamento, comenta o fato de ter anunciado em agosto parceria com a Live Talentos (empresa de Guga Pereira e Wilson de Oliveira) para gerenciamento de sua carreira, até então aos cuidados de seu escritório Jeito de Mato, e comenta a possibilidade de fazer um projeto voltado para os caminhoneiros.

SUCESSO! – Fale um pouco mais sobre o novo DVD.
Paula Fernandes – Faremos o lançamento no final de setembro. Esta é a concretização de mais um sonho, um passo importante na minha carreira. A direção é do Raoni Carneiro, reconhecido por trabalhos como Criança Esperança e por assinar projetos de artistas como Capital Inicial, Sandy e Chitãozinho e Xororó. Ele brilhantemente captou toda a essência deste projeto. O figurino, que já levo para os shows de todo o Brasil, é refinado, leve e assinado pelo estilista Eduardo Amarante, da Skazi, marca mineira com trajetória sólida dentro do mercado de moda brasileiro. O cenário, assinado pelo consagrado Zé Carratu, é composto principalmente por paineis de LED, criando uma extensão minha dentro do palco, projetando diversas imagens que se relacionam com os três blocos do show.

Por que convidou Sandy para participar da gravação? Era fã dela na época da dupla Sandy & Junior?
Sim, sempre fui fã de Sandy & Junior e quando eles decidiram encerrar a dupla, eu cheguei a compor uma música para a Sandy cantar, sonho que se tornou realidade neste projeto. Imagina a minha emoção quando ela topou! Foi difícil segurar! Acho que meu público vai gostar muito do resultado.

Fale sobre a música Depende da gente.
É uma balada romântica que fala sobre a vida, o amor e o tempo, reflete este meu atual momento de carreira, mais leve. Graças a Deus, a faixa já é sucesso de execução nas rádios de todo o Brasil. Recentemente, lançamos também o videoclipe desta canção, que já está disponível para todos os fãs.

Ao longo da carreira, você destacou-se ao compor e interpretar baladas românticas com toques folk e sertanejo. Recentemente lançou um vídeo promocional para festas juninas, em que dançava e se mostrava bem descontraída. Também gravou Piração, música dançante e descomprometida, mas radiofônica. Será assim daqui pra frente? Você mesclará mais músicas ‘pra cima’ ao seu repertório refinado e romântico?
Em todos os meus trabalhos, sempre procurei trazer, além do sertanejo romântico, que inegavelmente é a minha marca, algo mais dançante e pra cima. Costumo dizer que a música me escolhe, ela acontece de modo natural para mim. No DVD Amanhecer, tem algumas variações de estilo, como o xote. Meu show é bem versátil, gosto de fazer adaptações dependendo da região onde estou me apresentando.

Suas redes sociais são muito fortes, assim como é sabido que seu trabalho vai muito bem em plataformas como Spotify. A Universal contratou recentemente Paulo Lima para a presidência, profissional que vem do mercado digital e que pretende incrementar ainda mais os negócios digitais na companhia. Você já conhecia o trabalho do Paulo?
Conheci o Paulo Lima pessoalmente logo que ele assumiu a presidência da gravadora, mas já sabia do trabalho forte dele no mercado digital. É um caminho natural, as ações estão voltadas para o online mesmo. O comportamento musical mudou, ou seja, a relevância das plataformas, em especial de streaming, é muito grande. Quero estar onde meu público estiver.

Fale sobre a parceria anunciada em agosto com a Live Talentos. A empresa passa a ser a booker exclusiva dos seus shows ou fará todo o management?
Pela parceria, a Live Talentos passa a fazer toda a gestão da minha carreira junto comigo e com a Jeito de Mato. Estou muito feliz com este momento, que é de parceria e união. Confio muito na maneira com que a Live trabalha. Acredito que a soma dos nossos esforços trará ainda mais frutos para essa minha jornada da qual me orgulho muito. Tem muita coisa boa vindo por aí!

O fato de a Universal Music ter um acordo com a Live para comercializar os artistas da GTS ajudou nessa sua escolha?
Tenho um carinho mais que especial por toda a equipe da Universal Music, que sempre me acolheu muitíssimo bem, desde sempre. Naturalmente o fato da Live ser parceira da Universal pesa positivamente. De qualquer modo, minha escolha se deu por conta do perfil de trabalho da Live. Acredito que existe muita sinergia comigo e com o que eu faço. Sem contar que é o escritório de Chitãozinho & Xororó, dupla pela qual eu tenho uma imensa admiração.

Acha possível fazer algum projeto especial envolvendo outros nomes da Live, como Chitão & Xororó e Bruna Viola?
Acredito que os encontros com outros artistas são sempre extremamente enriquecedores, tanto é que na gravação do meu último DVD fiz questão de convidar pessoalmente artistas que admiro muito – Sandy e (o espanhol) Pablo Lopez. Por isso, é claro que se rolar um projeto especial envolvendo outros talentos da Live estarei aqui para ouvir e me envolver.

Recentemente a imprensa lembrou que o trono de Rainha dos Caminhoneiros está vago há alguns anos. Pensa em se aproximar mais deste tipo de público, criando projetos especiais com foco nos caminhoneiros, com repertório que fale do dia a dia e da vida desses profissionais?
Vi várias matérias na mídia até me colocando no posto de rainha, mas é importante dizer que a Sula Miranda, grande nome da música sertaneja, por quem eu tenho um imenso carinho e admiração, é e sempre será a rainha dos caminhoneiros. Vejo este posto como enorme simpatia, mesmo porque esta é uma profissão que eu valorizo demais – também sou da estrada e sei como é esta vida. Os caminhoneiros são todos guerreiros. Ainda não pensei em nenhum repertório focado no dia a dia deles, mas não podemos descartar nenhuma possibilidade nessa vida!

No final de agosto, você esteve em Portugal realizando shows. Em 2014, chegou a ter um CD no topo dos mais vendidos naquele país. Fale sobre sua relação com o mercado português.
Tenho muitos fãs em Portugal. Acho que, além da comunidade brasileira de lá que me apoia muito, as pessoas se identificam com o idioma, o tipo de música e melodia que faço. É sempre muito lindo quando me apresento por lá. Esta foi minha quarta vez no país. O público de lá adora canções como Pássaro de fogo, Para você, Não precisa, Jeito de mato e Eu sem você.

No ano passado, você foi destaque na cerimônia do Latin GRAMMY, em Las Vegas (EUA), ao cantar na festa de Roberto Carlos e no evento principal, transmitido para vários países, num dueto com Alejandro Sanz (A que no me dejas). Como anda sua carreira no mercado latino? Lançará músicas e álbuns para este mercado?
Já fiz parcerias com Juanes, Alejandro Sanz (no DVD dele) e Pablo Lopez (que esteve, por meio de uma projeção, no DVD Amanhecer). Sempre estamos (eu e a gravadora) pensando em músicas para cantar em espanhol, os países latino-americanos sempre estiveram no nosso foco. Eu tenho muitos fãs fora do Brasil e procuro chegar ao máximo até eles.

Com tantas atribuições e agenda cheia, sobra tempo para compor? A propósito, tem alguma fórmula particular quando está compondo?
Nós, artistas, sempre encontramos tempo para compor coisas novas. Para mim, este processo varia muito. Tem músicas que concebo o refrão com o violão, outras que penso numa frase e a letra se desenrola a partir dela. Mas sempre anoto coisas no meu dia a dia, algumas delas ficam guardadas, outras se transformam em músicas. Nunca tem uma regra.

Que artistas você costuma ouvir quando não está trabalhando?
Sou muito eclética, gosto de vários estilos. No carro, por exemplo, tenho músicas de Lady Antebellum, John Mayer e Pablo Lopez, mas é inegável que o folk e o pop, como as músicas do Coldplay, são influências muito presentes na minha música.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo