Notícias

Vitrola Sintética homenageia Titãs em show

O grupo Vitrola Sintética, indicado ao Grammy Latino em 2015 (como artista revelação e melhor engenharia de som para o disco Sintético, o terceiro da banda) e em 2016 (como melhor canção alternativa com a faixa Deus, lançada em Sintético B ­ um EP em vinil de sete polegadas) presta homenagem aos 30 anos do disco Cabeça Dinossauro, um dos álbuns mais viscerais do rock nacional, além incluir outros sucessos dos Titãs no repertório. O show acontece no Espaço Cultural Porto Seguro, centro de São Paulo.

Cabeça Dinossauro foi lançado em junho de 1986. Considerado um divisor de águas na trajetória do então octeto Titãs (foi o terceiro álbum da banda) e um dos mais importantes trabalhos da história do rock nacional. Transitando entre o punk e o eletrônico, o hardcore e o reggae, o pop-rock e o funk, traz faixas como Cabeça Dinossauro (Paulo Miklos/Branco Mello/Arnaldo Antunes), AAUU (Sérgio Britto/Marcelo Fromer)Polícia (Tony Bellotto), Estado Violência (Charles Gavin), Tô Cansado (Branco Mello/Arnaldo Antunes), Bichos Escrotos (Arnaldo Antunes/Sérgio Britto/Nando Reis), Família (Arnaldo Antunes/Tony Bellotto)Homem Primata (Sérgio Britto/Marcelo Fromer/Nando Reis/Ciro Pessoa), O que (Arnaldo Antunes), entre outras.

Em tempo: por ocasião dos 30 anos foi lançado o livro Cada Um Por Si e Deus Contra Todos, organizado por André Tartarini,com contos inspirados nas faixas do disco, e uma peça teatral, Cabeça ­ Um Documentário Cênico, com texto e direção de Felipe Vidal. O trabalho leva ao palco oito atores, que dão forma a uma banda e tocam a íntegra do álbum.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo