php shell php shell hacklink php shell seobizde.com bsc sniper bot pancakeswap bot pancakeswap sniper bot pancakeswap trading bot dextools trending cmc trending bot süperbahis betboo süper bahis betboo giriş auperbahis su arıtma cihazı https://ccc.com rulet siteleri betbooplus betboo plus anadolu casino giriş betbooplus betbooplus betboo plus penis büyütme pekinbet pekinbet pekinbet penis kalınlaştırma penis estetiği baffle tavan pekinbet bodrum escort mecidiyeköy escort avcılar escort

Art Popular promove EP de novo audiovisual – Portal SUCESSO!

Destaque

Art Popular promove EP de novo audiovisual

art popular 22 dez

“Batuque de Magia”, 20º disco do grupo Art Popular, um dos destaques do samba/pagode nos anos 1990 e 2000, acaba de ser disponibilizado no ambiente online. Ao todo, são 24 faixas, sendo 23 inéditas. O primeiro volume, que saiu no último final de semana, traz oito dessas inéditas e uma regravação de trabalho solo de Leandro Lehart, que também assina a produção do álbum junto a Milton Manhães — “Samba de Pereira”, que saiu no disco “Sambadelik”. A faixa-título, “Batuque de Magia” chegou acompanha de clipe.

As canções recolocam o sexteto no samba de raiz, que moldaram a construção do conjunto no longínquo 1984. Sim, o primeiro trabalho de inéditas desde a volta de Leandro Lehart ao grupo, em 2017, é a marca da longevidade do Art Popular, que nessa caminhada já mesclou diversos gêneros ao pagode que os caracteriza, como funk e forró em 1995 (“Temporal”) e até música eletrônica em 1998 (“SambaPopBrasil”).

“É propriamente um disco que retrata as origens puras do samba que os encantou na década de 1980 e que os levou até mesmo a batizar o combo inspirados por canção de Jorge Aragão, ‘Coisa de Pele’. Tem a sonoridade tradicional mas ao mesmo tempo é moderno e inovador, mesclando tudo em alegria”, diz o press release do lançamento do grupo formado por Denilson Franco, Evandro Art, Malli, Ricardo Lima e Tcharlinho — além de Leandro Lehart.

Entre os convidados do projeto audiovisual, estão ícones da produção do estouro do gênero nos anos 1990, como Bira Haway e Prateado. Sem contar o próprio co-produtor Milton Manhães, que participa de “Marlene Pega a Viola”, e o ex-Fundo de Quintal Cléber Augusto, que toca violão em “Interminável”. No início de 2022, o Art Popular colocará nas plataformas o segundo volume de “Batuque de Magia”.

 

Assista ao vídeo de “Batuque de Magia”, novo single de Art Popular: 

Topo