php shell php shell hacklink php shell seobizde.com bsc sniper bot pancakeswap bot pancakeswap sniper bot pancakeswap trading bot dextools trending cmc trending bot süperbahis betboo süper bahis betboo giriş auperbahis su arıtma cihazı https://ccc.com rulet siteleri betbooplus betboo plus anadolu casino giriş betbooplus betbooplus betboo plus penis büyütme pekinbet pekinbet pekinbet penis kalınlaştırma penis estetiği baffle tavan pekinbet bodrum escort mecidiyeköy escort avcılar escort

Cantora mirim Maricotta destaca-se com música em novela – Portal SUCESSO!

Destaque

Cantora mirim Maricotta destaca-se com música em novela

maricotta2

Prestes a completar 11 anos no dia 9 deste mês, a mineira Mariana Cotta, artisticamente chamada de Maricotta, desponta como uma grata surpresa no mercado musical. Ela não optou pelo conforto de interpretar canções infantis em suas primeiras gravações. Ao contrário, escolheu  gêneros mais adultos, como pop e MPB, e vem encantando profissionais do mercado e o público que a acompanha, por conta de sua voz doce, envolvente e de rara personalidade para alguém com tão pouca idade.

Em seu trabalho mais recente, auto-intitulado, a cantora mirim apresenta sete faixas: “Anjo” (que acabou entrando para a trilha da novela “Poliana Moça”, do SBT), “Jura Juradinho” (com a participação dos atores  Marianna Santos e Gabriel Miller, que atuam na novela), “Feito Algodão Doce”, “Geração do Amor”, “Com Você”, “Eu Sou” e “A Cor Mais Bonita” — esta última, uma bela canção assinada por Kel Smith. Kell não ofereceu a música por acaso a Maricotta. Em 2019, ela promoveu um concurso via Instagram para escolher um(a) fã para cantar com ela em um show em São Paulo, no Teatro Porto Seguro — no caso, a faixa “Mudei”. E Maricotta, então com oito anos, foi a escolhida.

A pequena não só deu conta do recado como atraiu as atenções do tecladista, produtor e compositor Bruno Alves, conhecido por trabalhos com a própria Kell e Daniel Boaventura, entre outros. Para gravar com Maricotta, Bruno arregimentou um time de músicos experiente, como o violonista Edson Guidetti, que tocou por cinco anos com Sandy e Júnior, e o baterista Marco da Costa, que já trabalhou com Maria Rita, por exemplo. Bruno recorda uma passagem que o impressionou. “Uma das músicas que gravamos tinha modulação, algo não tão fácil para alguém iniciante, e me preparei para ensinar a ela o que é isso, como fazer etc. Pois ela fez a gravação rapidamente e com a maior desenvoltura, nem acreditei quando ouvi”, relembra.

Juntos, gravaram em um estúdio em São Paulo e também em um show realizado em Caeté (MG). Além das faixas que compõem o EP mais recente, o repertório gravado inclui ainda releituras bem personalizadas de sucessos da amiga Kell Smith (“Era Uma Vez”), do grupo Melim (“Dois Corações”), Sandy e Júnior (“Era Uma Vez”, tema de uma novela da Globo nos anos 1990) e da Disney (“Um Mundo Ideal”, de Alladim). Parte está postada no canal de Maricotta no YouTube, juntamente com videoclipes e uma websérie com (até agora) cinco episódios. Todo conteúdo alcança a representativa marca de 6,5 milhões de visualizações, o que é mais uma boa prova de como a garota evoluiu nesse período tão curto de tempo.

Os grandes incentivadores da carreira de Maricotta são seus pais. Seu pai, Fernando, é oriundo de uma família com forte inclinação musical. Ele se surpreendeu ao ver sua filha mais nova aprender rapidamente canções complicadas quando tinha apenas três anos. Em determinado momento, resolveu montar um home studio e contratar um professor de música para dar aulas a ele e às filhas Mariana e Laura. E foi Mari quem se destacou e resolveu levar a coisa a sério. Atualmente, além da escola convencional, ela mantém as aulas de música, estuda inglês, dança, artes e se prepara com a ajuda de uma fonoaudióloga.

Ouça o álbum mais recente da cantora mirim Maricotta:

 

 

Topo