Destaque

Lançada edição especial do clássico “Cabeça Dinossauro”

cabeça dinossauro capa

Um dos álbuns mais icônicos da história do rock nacional, “Cabeça Dinossauro”, da banda Titãs, completa nesta sexta-feira, dia 25 de junho, 35 anos do seu lançamento. Produzido por Liminha e Pena Schmidt, o projeto, à época o terceiro lançado pela banda — então com sua formação original, ou seja, Arnaldo Antunes, Marcelo Fromer, Charles Gavin, Nando Reis, Paulo Miklos, Sergio Britto, Branco Mello e Tony Belotto — garantiu aos músicos a primeira certificação de Disco de Ouro da carreira deles, em dezembro do ano de estreia. Para comemorar mais este marco, uma tiragem especial em formato CD físico está disponível à venda no site da Warner Music Brasil.

Na época do lançamento do álbum, Tony Belotto apostou uma garrafa de uísque com Branco Mello que o álbum não chegaria a 100 mil cópias vendidas (o que daria um disco de ouro, na época). Ele acabou perdendo a aposta. Até seu primeiro aniversário, é certo que o álbum havia vendido 250 mil cópias, número que havia aumentado para 700 mil em 2016. Quando atingiu a marca de 100 mil, rendeu à banda seu primeiro disco de ouro e a marca foi celebrada com um show em São Paulo.

O material, que já tinha ganhado uma edição comemorativa em 2012. O projeto original foi marcado pela gravação do single “AA UU”, faixa que já era tocada nos shows, mas, neste álbum, pela primeira vez, ganhava gravação em estúdio. Gravado e mixado em apenas um mês, com título “Cabeça de Dinossauro” fazendo alusão à dualidade entre racional (cabeça) e o primitivo (dinossauro), o disco ficou marcado por grandes sucessos da banda, como a faixa-título, “Família”, “Polícia”, “Bichos Escrotos”, “Estado Violência”, “Igreja”, “Tô Cansado” e “Homem Primata” – faixas que têm espaço cativo até hoje nas playlists dos fãs e rádios de pop rock. Além disso, várias dessas faixas ganharam versões de outros artistas e grupos, casos de “Família” (Grupo Molejo) e Biquini Cavadão (“Estado Violência”).

Dando um toque especial ao projeto, as artes que embalam o disco e nesta edição comemorativa ganham selo de 35 anos, têm história pra contar. O pintor Leonardo da Vinci foi a grande inspiração para a capa de “Cabeça de Dinossauro”, baseada no esboço “A Expressão de Um Homem Urrando”. A contracapa do disco também traz referências do italiano, com “Cabeça Grotesca”.

Relembre a banda Titãs cantando “Bichos Escrotos”, presente no álbum “Cabeça Dinossauro”:

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sucesso! é um portal de notícias pertencente à Editora Espetáculo, empresa com sede em São Paulo e escritório no Rio de Janeiro, responsável pelo site showbusiness.com.br e pelas newsletters Sucesso e-mailing, Show Business Express, Show Business Urgente e Disparo Show Business.

Copyright © 2017 Editora Espetáculo

Topo