Entrevistas

Lucas Silveira divulga segundo CD solo

Lucas Silveira, vocalista da banda Fresno, acaba de lançar “The Life and Death of Beeshop”, segundo disco da Beeshop, seu projeto solo. Nele, o cantor apresenta suas composições em inglês com um som totalmente diferente do que a Fresno mostra ao público. Ao todo, o álbum tem oito faixas, entre inéditas e novas versões de canções lançadas no intervalo do primeiro para o segundo trabalho. O disco já está à venda em lojas físicas e também pode ser encontrado nas plataformas digitais.

O projeto se concretizou fisicamente em 2010, com o lançamento de “The Rise and Fall of the Beeshop” e, agora, após um hiato de seis anos, ganha uma segunda e definitiva roupagem. Falando sobre este novo trabalho para o Portal SUCESSO!, Lucas comentou: “A principal diferença está nos arranjos, timbres e na maturidade”. Se o primeiro álbum trazia elementos melódicos, com influências de bandas como Queen e The Beatles, este tem elementos que lembram o indie rock do início dos anos 90.

“The Life and Death of Beeshop” também tem duas características bem marcadas: metade do repertório é mais alegre e a outra, um pouco mais densa. Para isso, o cantor convidou produtores diferentes: o renomado Marco Lafico e João Milliet, baixista do grupo Gloria. Segundo o artista, o público tem recebido de forma positiva essa mudança: “A confiança que o público me deu, refletiu no Beeshop. E isso tem se intensificado após o lançamento do álbum, que tem sido muito bem recebido”, diz.

A Fresno

Lucas afirma que a relação da banda com o projeto Beeshop é a melhor possível, sempre com ele recebendo muito apoio dos companheiros de grupo. Já sobre o futuro da banda gaúcha, ele adianta que a mesma está em processo de criação, mas sem data prévia para lançamentos. “Estamos produzindo, sim, mas sem essa pressão de prazo. Estamos mais calmos, criando músicas novas. Acho que já trabalhamos muito da outra maneira, com prazos apertados… agora optamos por algo mais solto”, explicou o vocalista.

O lado escritor

Lançando um novo livro, intitulado “Amores Impossíveis e Outras Pertubações Quânticas”, Lucas Silveira mostra versatilidade como artista. Apesar de ser compositor e já estar em sua segunda obra literária – a primeira foi “Eu Não Sei Lidar”, de 2015 -, ele afirma que o processo criativo e a aceitação como escritor demoraram para acontecer, mas que apesar disso, ainda tem vontade de fazer outras publicações, como por exemplo um romance. Lucas também avisa que um novo livro deve sair ainda este ano.

“Amores Impossíveis e Outras Pertubações Quânticas” fala sobre reflexões e sentimentos atrelados a teorias quânticas. O evento de lançamento e a sessão de autógrafos do livro chegam a São Paulo no dia 04 de agosto, na Fnac Brasil, localizada na região da Av. Paulista.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo