php shell php shell hacklink php shell seobizde.com bsc sniper bot pancakeswap bot pancakeswap sniper bot pancakeswap trading bot dextools trending cmc trending bot s?perbahis betboo s?per bahis betboo giris auperbahis su aritma cihazi https://ccc.com rulet siteleri betbooplus betboo plus anadolu casino giris betbooplus betbooplus betboo plus penis b?y?tme pekinbet pekinbet pekinbet penis kalinlastirma penis estetigi baffle tavan pekinbet

Universal relança discografia de Teixeirinha – Portal SUCESSO!

Destaque

Universal relança discografia de Teixeirinha

teixeirinha

Principal nome da música gaúcha em todos os tempos, o cantor e compositor Teixeirinha tem sua obra reeditada e relançada pela Universal Music. Musicalmente, o artista entendia muito da alma popular, tanto que virou o “Rei do Disco”. Poucos artistas regionais chegaram tão longe em termos de popularidade e vendagem quanto Teixeirinha, cuja faixa mais conhecida é a autoral “Coração de Luto”.

O chamado “Gaúcho Coração do Rio Grande” nos deixou há 35 anos e, para celebrar a data, a Universal Music lança nas principais plataformas de áudio 14 álbuns do cantor gravados nos anos 1960 e 70, todos de grande sucesso, além de duas compilações. Ele gravou uma média de dois álbuns por ano até sua morte prematura, aos 58 anos.

Teixeirinha também foi radialista, comprando os horários nas emissoras locais, para não se sujeitar ao cachê que lhe impusessem, tornando-se líder de audiência por décadas. Também virou ator, participando de filmes, sendo que a partir do terceiro, a exemplo de Mazzaropi, passou também a produzi-los. Chegou a atuar em pelo menos 12 películas.

Em 1961, começou uma parceria musical com a acordeonista e cantora Mary Terezinha, que o acompanhou em shows e discos até 1983, agradando principalmente nos chamados “desafios”, uma espécie de repente gaúcho, onde um dizia uma bravata e o outro respondia. O sucesso, a cada ano, aumentava tanto que sua fama ultrapassou as fronteiras do país, fazendo de Teixeirinha o único artista de seu segmento a ter uma carreira internacional relevante, apresentando-se e tendo dezenas de discos editados nos EUA, Canadá, América Latina, Europa e África.

Gravando desde 1959, foi em 1967 que a Copacabana Discos (atual Universal Music) comprou seu passe. Ali, gravou 16 álbuns, permanecendo até 77, todos agora disponibilizados em streaming. Foram gravações em que passeou tanto pelos gêneros gaúchos, como xotes, rancheiras e milongas, quanto pela caipira/sertaneja, em toadas, rasqueados, arrasta-pés e guarânias, além do estilo romântico bem popular à moda de Nelson Gonçalves, registrando valsas, tangos e sambas-canções.

Alguns de seus maiores sucessos nesta fase foram “Querência Amada”, espécie de hino extraoficial do Rio Grande do Sul, “Mocinho Aventureiro”, “Tropeiro Velho”,  “O Colono”, “Não é Papo Furado”, “Lindo Rancho” – todos xotes. Fazem parte ainda da lista o valseado “Amor de Contrabando”, o rasqueado “Doce Coração de Mãe”, o arrasta-pé “Chofer de Taxi”, a valsa “Aliança de Ouro”, o tango “Cinzeiro Amigo” e desafios, como “Pega e Gruda” e “Desafio do Martelo”, estes ao lado de Mary Terezinha.

Relembre “Tropeiro Velho”, sucesso de Teixeirinha, que está sendo relançado pela Universal: 

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo