Destaque

Warner anuncia coletânea “Duetos 2”, de Gilberto Gil

duetos gilberto gil

A Warner Music Brasil anuncia para o dia 22 de julho o lançamento nas plataformas o disco “Duetos 2” (capa acima), compilação que celebra os 80 anos Gilberto Gil, um dos primeiros contratados da gravadora quando ela se instalou no Brasil. Idealizada e produzida pelo jornalista e pesquisador Renato Vieira (responsável por compilações e reedições de Belchior, Elis Regina, Jorge Mautner e Tom Zé), “Duetos 2” resgata canções que o cantor e compositor registrou em discos de amigos e projetos especiais. Algumas delas se perderam no tempo e chegam pela primeira vez ao CD e às plataformas digitais.

Uma delas é “Ilha da Ilusão”, que Gil compôs para Pery Ribeiro. Antes de gravarem a faixa juntos, os dois se encontraram casualmente e Pery sondou a possibilidade de ter uma música inédita do colega no disco independente que estava planejando. Tempos depois, Gil viu pela televisão o filho de Herivelto Martins e Dalva de Oliveira desfilando no carnaval carioca pela escola de samba União da Ilha do Governador, se impressionou e fez o samba. Outra raridade presente no repertório é uma versão de “Eu Só Quero Um Xodó”, gravada ao lado de Anastácia, letrista da música, para um disco lançado apenas em vinil que comemorava os 30 anos de carreira dela. Com Dominguinhos, parceiro de Anastácia neste clássico, Gil teve uma ligação ainda mais sólida. Os dois fizeram e foram para o estúdio registrar o sucesso “Abri a Porta”.

Não poderiam ficar de fora da compilação encontros de Gil com artistas que conheceu quando ainda dava seus primeiros passos como profissional, em Salvador. No caso do Quarteto em Cy, bem antes disso. Para as irmãs, Gil era o garoto Beto, que tocava acordeom e as acompanhava ainda adolescentes em pequenos shows na cidade de Ibirataia, no interior da Bahia. Em 1994, o grupo vocal convidou o velho amigo para participar de uma releitura de Tempo Rei” no álbum “Tempo e Artista”. Maria Bethânia recebeu de presente de Gil o samba-canção “Se Eu Morresse de Saudade” para incluir no disco “Maricotinha” (2001). Os dois interpretaram juntos a música no show que comemorou os 35 anos de carreira da cantora. Já Gal Costa participou de “Vida”, incluída em um álbum do grupo Obina Shok.

Logo que chegou a São Paulo, ainda como funcionário de uma multinacional, Gil se destacou como compositor. Dois exemplares dessa fase estão presentes nesta compilação: “Amor Até o Fim”, gravada com Maria Rita (filha de Elis Regina, a primeira a registrar esse samba), e “Mancada”, um dueto com Beth Carvalho. Nessa mesma época, Gil abriu sua cabeça para os Beatles e conheceu Milton Nascimento. Décadas depois, os dois cantaram a pacifista “Imagine” em um tributo a John Lennon. Além dessas, outras faixas compõem o repertório do projeto, bastante aguardado não só pelos fãs de Gil, mas por apreciadores da velha e boa MPB.

 

 

Sucesso! é um portal de notícias pertencente à Editora Espetáculo, empresa com sede em São Paulo e escritório no Rio de Janeiro, responsável pelo site showbusiness.com.br e pelas newsletters Sucesso e-mailing, Show Business Express, Show Business Urgente e Disparo Show Business.

Copyright © 2017 Editora Espetáculo

Topo