php shell php shell hacklink php shell seobizde.com bsc sniper bot pancakeswap bot pancakeswap sniper bot pancakeswap trading bot dextools trending cmc trending bot süperbahis betboo süper bahis betboo giriş auperbahis su arıtma cihazı https://ccc.com rulet siteleri betbooplus betboo plus anadolu casino giriş betbooplus betbooplus betboo plus penis büyütme pekinbet pekinbet pekinbet penis kalınlaştırma penis estetiği baffle tavan pekinbet bodrum escort mecidiyeköy escort

Israel Novaes lança disco embalado pelo forró – Portal SUCESSO!

Entrevistas

Israel Novaes lança disco embalado pelo forró

israelnovaes1
Há pouco mais de dois anos, Israel Novaes lembrou à avó, numa canção, que sua carreira começava a decolar. Depois de emplacar o hit “Vem Ni Mim” Dodge Ram, ele conquistava o país com outro megasucesso, “Vó, Tô Estourado”. Contratado da Audiomix, uma das principais agências do país, em pouco tempo viu suas músicas incluídas nas listas de mais tocadas e sua agenda de shows crescer para 25 apresentações mensais. Largou a faculdade de Direito e decidiu viver apenas de música. Pra orgulho da avó e alegria da legião de fãs! “Eu não me deslumbro com nada. Sei que estou consolidando minha carreira, mas tenho consciência de que tudo é um eterno recomeço. Hoje, estou colhendo o que plantei em anos passados. Mas não posso parar de plantar – caso contrário, não haverá mais boas colheitas”, filosofa o jovem de 25 anos.

Israel gosta do gênero sertanejo, mas optou por explorar as misturas que ele possibilita. Com Dodge Ram, ele acredita ter sido um dos pioneiros entre os artistas da nova geração a introduzir elementos do arrocha no sertanejo. Ultimamente, vem explorando as sonoridades do forró eletrônico e misturando-as ao seu trabalho. Isso fica evidenciado em seu mais recente projeto, o CD e DVD “Forró do Israel”, em fase de lançamento pela Universal Music. Com direção artística de Marcos Araújo e produção musical de Bigair Dy Jaime, o projeto – gravado em maio passado na casa Villa Mix, de Brasilia – reúne 23 faixas em seu registro de vídeo e 15 no de áudio, a grande maioria com a levada do mais conhecido ritmo nordestino.

Aliás, o destaque maior do projeto é justamente a participação de Wesley Safadão na “chicleteira” “Você Merece Cachê”. É a segunda vez que ambos gravam juntos. “Em 2014, o Wesley me convidou para cantar com ele na gravação de ‘Vou Dar Virote’. Neste ano, retribuiu a gentileza aceitando meu convite para participar de ‘Você merece cachê'”, explica. Além de Safadão, outros nomes importantes participam do CD e DVD de Israel Novaes. Guilherme & Santiago dividem os vocais na romântica O que restou (só restou), Cristiano Araújo em Coração indisponível, Matheus & Kauan em “Nada Mal”, Jefferson Moraes em “Cuidando de Longe” e Gabriel Diniz em “Não Deu Valor”, perdeu. Este último, atual revelação do gênero no Nordeste, se junta a Israel e esquenta os motores do público numa performance sacolejante. O set list inclui ainda faixas conhecidas como “Vai Entender” (originalmente gravada com Jorge & Mateus), “Selfie” e “Vó, tô estourado”.

INÉDITAS NA GAVETA

Compositor dos bons, Israel Novaes tem músicas gravadas por artistas como Cristiano Araújo (Mente pra mim) e Humberto & Ronaldo (Canção perfeita). No projeto atual, ele assina a romântica “Vai Entender”, o sertanejo-xote “Natureza Do Homem” e a faixa gravada com Guilherme & Santiago. “Tenho umas 30 músicas inéditas, quase todas românticas. Essa é minha essência. Apesar da correria imposta pela carreira de cantor, estou conseguindo compor com frequência. Anoto as ideias quando elas surgem e gravo as melodias no celular. Não importa onde esteja – na estrada, no aeroporto, no camarim, no hotel”, afirma.

Embora tenha estudado Direito, Israel Novaes confessa que não acompanha de perto as questões administrativas ligadas à sua carreira. “Claro que eu tenho uma noção de tudo que está acontecendo no management, dos negócios que são fechados. Também dou meus palpites, faço considerações. Mas eu sou artista, preciso estar alimentando a magia, porque sem magia não há público e muito menos geração de negócios”, analisa. Em 2016, Israel espera manter a média de 16 apresentações por mês registrada em 2015. Melhor ainda: ele festeja o fato de seu show estar mais valorizado. “Por misturar sertanejo com outros gêneros, minha música chega muito bem nos mais diferentes estados. Por isso conseguimos melhorar o valor do cachê”.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo