php shell php shell hacklink php shell seobizde.com bsc sniper bot pancakeswap bot pancakeswap sniper bot pancakeswap trading bot dextools trending cmc trending bot süperbahis betboo süper bahis betboo giriş auperbahis su arıtma cihazı https://ccc.com rulet siteleri betbooplus betboo plus anadolu casino giriş betbooplus betbooplus betboo plus penis büyütme pekinbet pekinbet pekinbet penis kalınlaştırma penis estetiği baffle tavan pekinbet bodrum escort mecidiyeköy escort avcılar escort

Show em SP une Gabriel Sater e João Carlos Martins – Portal SUCESSO!

Destaque

Show em SP une Gabriel Sater e João Carlos Martins

gabriel sater

Um dos destaques do ano na TV brasileira, o músico, cantor e ator Gabriel Sater — que interpreta o peão Trindade na novela “Pantanal” –, une-se ao maestro João Carlos Martins para duas apresentações especiais, nos dias 5 e 6 de setembro, no Teatro Santander, em São Paulo. Sater e o maestro, que está comemorando 60 anos de carreira, estarão juntos no espetáculo “Do Clássico ao Pantanal”.

De acordo com os organizadores, abrindo o concerto, João Carlos Martins e a Bachiana Filarmônica SESI-SP levarão ao palco duas peças de Beethoven: o quinto movimento da Sinfonia n.º 5, a Sinfonia do Destino, Allegro con brio, e o Concerto para Piano n.º 5, conhecido como Concerto do Imperador, o último concerto para piano do compositor.

Em seguida, Gabriel Sater, o maestro e a orquestra estarão juntos numa sequência que mescla a música erudita com clássicos regionais. “Ave Maria”, melodia do compositor francês Charles Gounod projetada para se sobrepor ao Prelúdio No. 1 de Bach abre a série, que traz ainda canções como “Tocando em Frente” (de Renato Teixeira em parceria com Almir Sater, pai de Gabriel), “Quando For a Hora” (de Gabriel e João Gaspar) e “Romaria” (outro clássico de Renato Teixeira), “Caçador de Mim” (de Sérgio Magrão e Luiz Carlos Sá, eternizada na voz de Milton Nascimento),  “Mercedita” (de Ramón Sixto Ríos, parte do folclore argentino), e o tango “Por Una Cabeza” (hino da discografia de Carlos Gardel).

joão carlos martins

De acordo com o comunicado do espetáculo, na sequência João Carlos Martins assume o piano em canções que fazem parte da história do cinema — casos de “Em Algum Lugar do Passado” (música do premiado compositor John Barry) e “Cinema Paradiso” (de Ennio Morricone, compositor de mais de 70 trilhas e vencedor do prêmio Bafta, da Academia Britânica de Cinema e Televisão.

Sater volta ao palco para mostrar, em arranjos orquestrais, algumas de suas composições, como “Noite de Tempestade”, “Amor Marruá” (parceira com Guilherme Rondon) e “Boca do Mato” (dele e Luiz Carlos Sá). Também faz parte do setlist da viagem musical “Do Clássico ao Pantanal”, “Amor de Índio” (de Beto Guedes e Ronaldo Bastos, tema dos personagens Juma e Jove na novela em versão especialmente gravada por Gabriel com Martins ao piano) e “Libertango” (de Astor Piazzolla).

 

Com 21 anos de carreira, Gabriel traz na bagagem quatro CDs e um DVD lançados, mais de 100 composições criadas, parcerias com grandes nomes da música, como a com Luiz Carlos Sá (da dupla Sá e Guarabyra), que já deu origem a mais de 30 canções — além de atuações em novelas, teatro musical e cinema. Já se apresentou em grandes festivais, ganhou diversos prêmios e indicações, e emplacou músicas em trilhas de novelas, filmes, séries e programas de TV. Ao longo de sua trajetória, realizou trabalhos musicais (shows, gravações, composições etc) com importantes nomes da música brasileira como Almir Sater, Renato Teixeira, Lucy Alves, Ney Matogrosso, Zeca Baleiro e Zezé Di Camargo e Luciano.

Topo