php shell php shell hacklink php shell seobizde.com bsc sniper bot pancakeswap bot pancakeswap sniper bot pancakeswap trading bot dextools trending cmc trending bot süperbahis betboo süper bahis betboo giriş auperbahis su arıtma cihazı https://ccc.com rulet siteleri betbooplus betboo plus anadolu casino giriş betbooplus betbooplus betboo plus penis büyütme pekinbet pekinbet pekinbet penis kalınlaştırma penis estetiği baffle tavan pekinbet bodrum escort mecidiyeköy escort

Centenário do mestre Adelino Moreira – Portal SUCESSO!

Destaque

Centenário do mestre Adelino Moreira

2018 é o ano do centenário do compositor Adelino Moreira, um dos mais importantes da história da MPB. Adelino é autor de sucessos como “Negue”, “Fica Comigo Esta Noite” e “A Volta do Boêmio” (gravados por Nelson Gonçalves), entre outros, que ainda hoje fazem parte do repertório dos seresteiros. Adelino nasceu no distrito do Porto, em Portugal, no dia 28 de março de 1918. Veio com a família veio para o Brasil em meados da década de 1920. No início da década de 1940, iniciou a carreira de cantor, que durou pouco tempo. No final dos anos 1940, após uma viagem a Portugal, onde se apresentou em teatros e emissoras de rádio, decidiu que queria seguir na música somente como compositor.

Em 1952, a carreira de Adelino Moreira tomou um novo rumo, ao conhecer o cantor Nelson Gonçalves. O primeiro grande sucesso da dupla foi “Meu Vício é Você”, gravado em 1955. Dois anos mais tarde, foi a vez do megahit “A Volta do Boêmio”. Quando Adelino mostrou a música para Nelson, ele se recusou a gravá-la. Achou que era muito longa e que ninguém conseguiria decorar a letra. Porém, Nelson mudou de ideia e “A Volta do Boêmio” se tornou o maior sucesso da carreira dos dois, obteve recordes de vendas e se transformou em hino da seresta. Outras composições de Adelino gravadas por Nelson Gonçalves que se tornaram clássicos seresteiros são “Fica comigo esta noite”, “Escultura”, “Meu Dilema”, “Deusa do Asfalto”, “Flor do Meu Bairro”, entre outras.

Além do cantor, outra grande intérprete de Adelino foi Ângela Maria. Entre seus maiores sucessos estão “Cinderela”, “Borrasca”, “Esta Noite ou Nunca” e Meu Ex-amor”. Mas vários outros artistas também gravaram suas músicas naquele seu período áureo, como Carlos Galhardo, Carlos Nobre, Cauby Peixoto, Dircinha Baptista, Aracy de Almeida e Nora Ney.

Nas décadas seguintes, muitos cantores regravaram sucessos de Adelino Moreira, entre eles Ney Matogrosso, Pery Ribeiro e Simone. Em 1967, o compositor abriu uma churrascaria na casa onde morava, na Estrada do Monteiro, em Campo Grande (Rio de Janeiro). Era a Churrascaria Cinderela. No local, ele promovia serestas com vários cantores famosos da época. Passaram por lá Ademilde Fonseca, Cauby Peixoto, Carlos Alberto, Ângela Maria, Silvio Caldas, Nelson Gonçalves e muitos outros. Entre os frequentadores ilustres do local, estava o ex-presidente Juscelino Kubitschek.

Adelino Moreira foi presidente da SBACEM (Sociedade Brasileira de Autores, Compositores e Escritores de Música) e entre 1981 e 1983, presidiu o ECAD (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição de Direitos Autorais). O compositor faleceu no dia 7 de maio de 2002, aos 84 anos de idade.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo