php shell hacklink php shell seobizde.com bsc sniper bot pancakeswap bot pancakeswap sniper bot pancakeswap trading bot dextools trending cmc trending bot bedavabahisci.net süperbahis betboo süper bahis betboo giriş auperbahis parisbahis su arıtma cihazı gerçek jigolo sitesi rulet siteleri betbooplus betboo plus anadolu casino giriş betbooplus betbooplus betboo plus güvenilir takipçi satın al instagram takipçi satın al penis büyütme 1 saatte para kazanma inat tv binance canlı destek penis kalınlaştırma penis estetiği Penis ameliyatı penis büyütme burun estetiği baffle tavan

Novo desafio: Paraná em carreira solo – Portal SUCESSO!

Entrevistas

Novo desafio: Paraná em carreira solo

paraná 1

No início deste ano o mercado sertanejo se surpreendeu com a notícia da morte de Chico Rey, cantor que há 35 anos fazia dupla com o irmão Paraná. Nos últimos tempos, o músico vinha enfrentando um grave e crônico problema renal. Por conta disso, ficou impedido de comparecer a algumas apresentações, sendo substituído pelo irmão mais novo da dupla, Daniel Muller. Com a morte de Chico Rey, Paraná resolveu lançar-se em carreira solo. Toninho Lopes, que há 21 anos empresaria a dupla, fala a respeito: “tomamos a decisão em conjunto. O Paraná sempre me deu esta liberdade e entende que o bom trabalho é sempre resultado de uma equipe afinada. Acreditamos que o caminho de cantar sozinho é o mais acertado”.

O artista completa: “durante este ano, os shows serão uma grande homenagem ao meu irmão, por isso pretendo priorizar o repertório que fizemos juntos, com todos os grandes sucessos de Chico Rey e Paraná – com uma nova roupagem, que valoriza o trabalho solo. Estamos rearranjando algumas músicas e trabalhando um novo repertório, mas os grandes sucessos da dupla estarão sempre no setlist – entre eles, Quem será seu outro amor?, Canarinho prisioneiro, Um degrau na escada, Tranca a porta e me beija, Amor rebelde, Você não sabe amar e Alma transparente”.

No show em homenagem a Chico Rey, Paraná cita o irmão várias vezes e chega a se emocionar. Em alguns momentos da apresentação, são projetadas num telão imagens dos maiores momentos da dupla, desde o início em 1981 até o final de 2015. “Quero mostrar que o Chico, de alguma forma, sempre estará comigo”, afirma Paraná, que conta com a participação do caçula da família fazendo a segunda voz em algumas faixas. “Muitas pessoas acharam que o Daniel ficaria no lugar do Chico Rey e que seria o segunda voz oficial. Ele está me ajudando muito nos shows, mas meu único parceiro sempre foi o Chico Rey. Depois que ele partiu, a carreira solo sempre foi a única opção pra mim”, explica.

Toninho Lopes vem trabalhando bastante na promoção da nova fase de Paraná. “A primeira atitude foi colocar a nova turnê na estrada. Em breve lançaremos o site do Paraná, que será mais uma ferramenta de interatividade com os fãs. Os contratantes já estão fechando shows solo e a agenda para 2016 está movimentada, considerando a situação de instabilidade do Brasil. Estamos realizando apresentações em grandes festas e casas conceituadas de todo país. Em abril, levamos a turnê para Aparecida do Taboado, num dos maiores rodeios do Brasil, e fizemos um grande show no Atlanta Music Hall, em Goiânia. Em paralelo, estamos fazendo alguns programas de TV para deixar clara nossa nova proposta de trabalho. E incrementando a presença do artista nas redes sociais como forma de interagir com nosso público”, explica o manager, que também agencia a carreira da dupla Ney & Nando.

CD INÉDITO

Antes de morrer, Chico Rey finalizou um CD com Paraná. Intitulado Minha inspiração, foi lançado poucos dias após a morte do artista, pela gravadora Aguia Music. São 14 faixas, com produção de Edinho Souza e Marcelo Voninho. “O CD reúne basicamente faixas inéditas. Amo até seus defeitos e Foi pra não chorar já estão sendo tocadas nas rádios e na internet. E, claro, estão no meu novo show”, explica Paraná. Ele adianta que já está envolvido na produção de material inédito. “Estou trabalhando em algumas regravações de sucessos da dupla e em músicas inéditas. A produção e arranjos estão a cargo de Grillo e Rodrigo Rocha”, explica o artista, que resolveu incluir no álbum uma versão solo para a radiofônica Foi pra não chorar.

Paraná e seu manager pretendem priorizar os trabalhos de promoção nos estados onde a dupla alcançou maior popularidade, como Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais e São Paulo, fazendo uso tanto das mídias tradicionais como de ferramentas digitais. “O modo de se fazer música e de apresentá-la ao público mudou muito ao longo dos anos. Mesmo sabendo que faço parte de um gênero que é lider em execução, venda de produtos e de shows, sei que preciso me reinventar a cada dia para ampliar e renovar a audiência”, afirma Paraná.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo